EUA: extrema-direita comemora condenação de ator negro e gay

EUA: extrema-direita comemora condenação de ator negro e gay

SIGA QUEM? NÚMEROS NAS REDES SOCIAIS


A extrema-direita dos Estados Unidos e de todo o mundo está em festa, de novo.

Isto porque menos de um mês após a absolvição do jovem branco que matou dois outros brancos (tratados pela Folha, pelo UOL e pelo O Globo como se fossem negros) que tentavam matá-lo covardemente, a Justiça dos EUA acaba de condenar um homem negro e homossexual que produziu uma denúncia fraudulenta sobre ter sido vítima de racismo e de homofobia por apoiadores de Donald Trump.

Jussie Smollett é um ator de pouco prestígio que tem a pele marrom e gosta de namorar rapazes. Como queria dar um up na carreira, ele resolveu inventar que havia sido vítima de violência física por parte de apoiadores de Donald Trump. Como todo mundo que se informa pela CNN, pelo Estadão, pela Folha de S. Paulo e pela Agência Lupa sabe, apoiadores de Donald Trump odeiam pessoas de pele marrom e/ou rapazes que namoram rapazes.

Acontece, que, adivinha só, Smollett tinha armado tudo. Ele contratou dois negões nigerianos para meterem a porrada nele. Depois foi à delegacia e denunciou que tinha sido agredido por pessoas que odiavam negões enquanto fazia um passeio pelas ruas de Chicago.

Não deu certo, porque a cidade de Chicago tem câmeras de segurança pra tudo quanto é lado, as supostas agressões que o ator furreca alegava ter sofrido teriam sido ao alcance de diversas câmeras de segurança, mas nenhuma delas registrava o tal momento. Jussie foi condenado, mas ainda não foi estabelecida a pena que ele terá de cumprir. Pode chegar a três anos de prisão e multa.

O ator era integrante de uma série de televisão à época que inventou a história. Sua intenção era ficar mais famoso e conseguir aumentar o salário, mas desde o episódio não conseguiu mais nenhuma pontinha em qualquer filme ou série de Hollywood.

REAÇÃO DA EXTREMA-DIREITA

O anúncio da condenação acendeu o ódio racista e homofóbico nas redes sociais. Diversos perfis de extrema-direita comemoraram a condenação. A hashtag #JussieSmollett está bombando no Twitter.

A supremacista branca negra Candace Owens retuitou uma mensagem de dois anos atrás e declarou que é melhor o Jussie já ir tomando o rumo da cadeia. Candace tem a pele marrom, mas a alma branca, e odeia negros (que mentem sobre terem sido vítimas de racismo).



O ativista homofóbico gay de extrema-direita Andy Ngo também celebrou a notícia. “Extra! Jussie Smollett foi considerado culpado em 5 das 6 acusações de conduta desordeira criminosa relacionada a ele orquestrar um falso crime de ódio racista e anti-gay contra si mesmo em 2019 para culpar os apoiadores de Trump.”

Andy gosta de namorar rapazes, mas odeia gays (que inventam histórias fraudulentas sobre terem sido vítimas de homofobia).



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: