Checagem Internacional

Checamos: vídeo em que argentinos esquartejam animais ainda vivos é verdadeiro

A crise econômica argentina não é novidade. Saques de caminhões acidentados que levam cargas de algum valor econômico, como eletrodomésticos ou alimentos, em qualquer lugar do mundo (ao menos nos países em pobres) também não são raros.

Entretanto um vídeo recente que viralizou entre os perfis ideologicamente vinculados à direita tem sido explorado como evidência do tamanho de desespero popular produzido pela crise no país vizinho, antiga, e agravada pelas medidas extremas de tentativa de contenção do coronavírus aplicadas e pelas intervenções econômicas tomadas pelo presidente Alberto Fernández.

Em 2020 a Argentina se tornou referência em termos de rigidez no combate à disseminação da doença, tendo sido o país com regras mais rígidas e duradouras de toda América do Sul, e talvez do mundo. A decisão de Alberto por implementar a quarentena mais longa do planeta resultou, segundo o jornal O Clarin, na falência de 40% dos restaurantes da capital Buenos Ayres.

O país tem inflação de 51,18% até novembro 2021, embora isto não seja uma novidade causada pela resposta governamental à pandemia. Em 2019 a taxa já havia sido de 53,83%, recorde que deve ser superado com a entrada dos dados de dezembro do ano atual. Para termos de comparação, a inflação brasileira em 2020 foi de 4,52%.

A crise argentina e os efeitos negativos das extremadas medidas de controle social e econômico impostas pelo governo daquele país sob a justificativa do combate à covid-19 vem sendo explorados por políticos de direita brasileiros, sobretudo pelo fato de que Alberto, ao começo da pandemia, foi amplamente referenciado pelo ativismo de esquerda e pela grande imprensa brasileiros como modelo a ser seguido. Naqueles meses foi cunhado e disseminado o chavão “como é bom ter um presidente”.

Além das drásticas medidas relacionadas ao covid-19, Alberto tem aplicado intervenções econômicas como tabelamento de preço, proibição de demissões e restrições de acesso a dólares.



MEDIDAS RADICAIS NÃO RESULTARAM EM BAIXO NÚMERO DE MORTES

As medidas draconianas impostas por Alberto desde o começo da pandemia não obtiveram êxito no controle do coronavírus. Apesar da extrema rigidez das regras impostas pelo governante, que chegou a criar um aplicativo pelo qual as pessoas precisavam solicitar ao governo o direito de saírem de casa e que impediu que restaurantes abrissem por quase seis meses, o país figura em uma das piores posições do mundo, 18º na lista mundial, com 2,552 mortes por milhão de habitantes (o Brasil figura hoje em 13º, com 2,877 mortes por milhão).

O VÍDEO VIRAL

Nos últimos dias circula um vídeo que mostra cenas do que seria um abate ao ar livre de uma grande quantidade de animais, que teriam sido desmembrados a sangue frio enquanto ainda agonizavam. Embora, como já dito, saques de caminhões com mercadorias valiosas não seja uma novidade ou exclusividade argentina, o aspecto macabro deste episódio ataque chama a atenção.

Diversos perfis de políticos e influenciadores de direita disseminaram o vídeo. Apenas a publicação do deputado Paulo Eduardo Martins tinha 796 compartilhamentos em seu perfil no Facebook, até o momento desta postagem. Além do vídeo, o deputado compartilhou a seguinte legenda: “ARGENTINA
Moradores de cidade argentina saqueiam caminhão e esquartejam vacas ainda vivas. Realmente, um paraíso socialista, segundo alguns:”

Será que o vídeo é verdadeiro? Primeiro procuramos por diversas agências de checagem brasileiras: a Lupa, a Aos Fatos, a Estadão Verifica, a Fato ou Fake, o e-Farsas e a Boatos.com. Embora o vídeo venha sendo compartilhado por políticos bolsonaristas, nenhuma delas mencionava o caso.

Fazendo uma busca pelos termos camión + vacas + argentina e restringindo a pesquisa para site:ar.com fomos rapidamente levados a uma matéria do portal La Nacion, pertencente a um dos dois maiores jornais da Argentina. A matéria de 14 de dezembro informa que um caminhão bateu contra um trem numa passagem de nível, na província de Santiago del Estero . Alguns animais conseguiram fugir, mas alguns morreram com o acidente e outros ficaram presos na gaiola. Estes foram esquartejados pela população.

RESULTADO

O vídeo viralizado por perfis de direita no Brasil é verdadeiro.

A Argentina de fato vive uma crise econômica extensa que parece ter sido agravada pelas duras medidas de Alberto Fernández justificadas no combate ao coronavírus. Ao longo de 2020, o país passou mais de oito meses oficialmente em quarentena, durante aproximadamente seis meses os restaurantes da capital permaneceram fechados, tal medida implicou na falência definitiva de 40% do setor. O país vem batendo recordes de inflação e o primeiro ano de governo de Fernandéz teve o índice mais alto dos últimos 10 anos, índice que deve ser suplantado este ano.

Entretanto, cenas de saques de caminhões acidentados não são incomuns, acontecendo também no Brasil e em outros países. O aspecto pouco usual deste episódio, que pode ter sido tanto gerado por uma maior situação de calamidade social na Argentina quanto pela mera eventualidade de um acidente envolvendo carga viva, é o fato de que os animais foram esquartejados ainda enquanto agonizavam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: